Gigantesca explosão em Marte no dia 19-10-2014

 

Uma gigantesca explosão em Marte foi registrada pelo Dr. Fritz Helmut Hemmerich desde Tenerife(Ilhas Canárias – 1200 metros de altitude), entre 21h e 22h do dia 19-10-2014. No vídeo abaixo é registrada a passagem do cometa “C/2013 A1″ próximo a Marte mas não há, até o momento, nenhuma explicação para a explosão no planeta.

 

 

O mesmo vídeo comentado por outro usuário no Youtube, onde explica que o cometa não se chocou com Marte:

 

Via: @ActivistPost

CategoriasInexplicável Tags:,

O Pentágono apresenta sua estratégia para a “Terceira Guerra Mundial”

Tradução: Caminho Alternativo

 

(15-10-2014) O Exército dos EUA apresentou um relatório em que proporciona uma “visão dos conflitos armados do futuro” onde Washington estará envolvido nas formas mais sinistras, informam meios estadunidenses.

O documento, “Conceito de operação do Exército” (“Army operating concept”) elaborado pelo Pentágono, descreve as estratégias para destruir os potenciais rivais geopolíticos e econômicos que possam obstaculizar os planos dos EUA de dominar o planeta, informa o portal Infowars.

O relatório foi apresentado nesta semana durante a conferência anual da Associação do Exército dos EUA realizado em Washington, onde deixa clara sua “visão” para as próximas guerras envolvendo o Exército estadunidense.

O documento é uma crua testemunha de uma furiosa corrida militar onde ficam claros os conceitos estratégicos preparados para realizar uma terceira guerra mundial, combinada com uma ditadura militar dentro do própio território estadunidense, asseguram os autores do artigo.

Não obstante, assinala que “o entorno onde vai operar o Exército é desconhecido”. “O inimigo é desconhecido, a localização é desconhecida e as coalizões envolvidas são desconhecidas”, assegura. Partindo destes antecedentes Washington está disposto a eliminar militarmente a qualquer país e povo que se interponha em seu caminho à hegemonia sobre o planeta, seus mercados e recursos.

O documento indica sem rodeios que “o caráter dos conflitos armados” será influenciado principalmente pelas “mudanças na paisagem geopolítica”.

No caso de um enfrentamento com outra potência nuclear, o relatório propõe atacar primeiro e “de forma que o adversário seja incapaz de responder com eficiência”. Enquanto que em países menores planeja realizar operações terrestres para reprimir a resistência popular para assim mantê-la subjugada e dominada.

Depois de mais de uma década da chamada “guerra global contra o terror”, onde a luta contra a supostamente omnipresente ameaça da Al-Qaeda era a missão primordial da inteligência e do aparato militar norteamericano, no novo documento “as organizações terroristas internacionais” parecem ter perdido peso.

Agora a primeira prioridade são os “poderes emergentes”, com China na cabeça seguida da Rússia. No caso de Pequim, o documento põe em evidência a profunda preocupação dos EUA pelos “esforços de modernização de seu Exército” com o objetivo de conseguir “a estabilidade ao longo de suas fronteiras”, com o que Washington está disposto a terminar.

Em relação a Rússia, e a raíz dos recentes acontecimentos na Ucrânia, o dossiê do Pentágono acusa a Moscou de estar “decidido a fortalecer sua influência na Eurásia”. “Só um forte deslocamento de forças terrestres dos EUA pode dissuadir a Rússia e impedir que ganhe influência nos conflitos políticos“, argumenta.

Dentro das “potências regionais”, em primeiro lugar aparece Irã, que “persegue uma modernização integral de suas Forças Armadas”, e argumenta que Teerã “têm o potêncial de enterrar os objetivos regionais” de Washington no Oriente Médio.

Mas a “visão” das futuras operações militares do Pentágono não se limita aos conflitos em outros países, senão que também contempla a necessidade de “responder e mitigar a crise dentro dos EUA”. Uma das missões “do Exército dentro do país inclui o apoio com tropas as autoridades civís”.

Fonte: RT

 

CategoriasMundo Tags:,

Formaldeído jogado em água na Libéria teria causado sintomas do tipo Ebola

Tradução: Google Tradutor

 

(14-10-2014) Um homem em Schieffelin, uma comunidade localizada no condado de Margibi na Rodovia Robertsfield, foi preso por tentativa de colocar formol em um poço utilizado pela comunidade.

Os relatórios dizem que por volta das 10h, ele se aproximou do poço com um pó em uma garrafa. Mobbed pela comunidade, ele confessou que tinha sido pago para colocar formaldeído no poço, e que ele não era o único. Ele teria dito a moradores da comunidade: “Nós somos muitos.” Há agentes em Harbel, Dolostown, Cotton Tree e outras comunidades ao redor, disse ele.

A rádio estatal, ELBC, informa que pelo menos 10 pessoas na comunidade de Dolostown morreram depois de beber água de poços envenenados.

O homem também alegou que algumas empresas de água, particularmente aqueles que engarrafam água mineral para vender, também estão envolvidos. O veneno, segundo ele, produz sintomas do tipo Ebola, e posteriormente, mata pessoas.

The Observer já havia sido informado de que pessoas vestidas como enfermeiras estavam entrando em comunidades com “Vacinas de Ebola”. Uma vez injetada, supostamente produziria sintomas do tipo Ebola e colocaria as vítimas em estado de coma. Pouco tempo depois, as vítimas morreriam. Comunidades estão agora supostamente perseguindo ambulantes com a vacina e expulsando de suas comunidades. Depois que de 10 crianças supostamente morreram por causa da “vacina” em Bensonville, os ambulantes teriam sido expulsos da comunidade após a sua próxima visita.

É possível que a “vacina” seja/era composta pela mesma mistura de formaldeído-água. Esta publicação recebeu relatos de famílias cujos órgãos dos entes queridos estavam faltando na devolução dos corpos às famílias. Famílias suspeitam de uma operação de tráfico de órgãos esteja capitalizando sobre o surto do vírus Ebola na Libéria.

O representante do distrito condenou o ato tão bárbaro, mas pediu aos liberianos não duvidar da existência do vírus Ebola no país.

Uma investigação está em curso.

Fonte: liberianobserver.com

CategoriasMundo Tags:,