Colisão de asteróide em setembro de 2015?

Começou a circular na internet uma “profecia” de um tal Efraín Rodriguez, membro de uma facção religiosa chamada “Igreja de Deus Pentecostais em Camuy” e que diz ter recebido de “Deus” um alerta sobre a “queda de um grande asteróide na região do Caribe”, especificamente em Porto Rico, e que provocará uma catástrofe na Terra.

 

 

Existe a possibilidade da queda de um grande asteróide, mas até o momento não houve nenhum alerta oficial das agências espaciais. A própria Nasa se manifestou em resposta à esta “profecia” que se tornou viral na internet. Em sua nota, apesar de reconhecer que existe a possibilidade da colisão de um asteróide em nosso planeta, não há nenhum objeto em rota de colisão.

Como se sabe, a Nasa não é “santo de devoção” para muitas pessoas, não é uma organização confiável e também não está à serviço da humanidade. Neste mesmo blog já foi publicado material sobre a origem nazi-sionista desta agência assim como os projetos de monitoramento de asteróides.

Cientistas da Nasa intrigados com as bolas de fogo que caem na Terra

E aí temos a “sinuca de bico” provocada na cabeça de muitas pessoas que estão preocupadas com a “profecia”. Ao mesmo tempo em que a Nasa afirma que não há nenhum perigo iminente vindo do espaço as pedras continuam “passando de raspão” ou caindo no planeta.

Cai um meteorito de 100kg no Canadá

Talvez pela falta de confiança nas agências espaciais, as pessoas acabem acreditando que Efraín Rodriguez recebeu uma mensagem de “Deus” e que a “profecia” pode ser verdadeira.

O mais curioso é que outra pessoa já alertou sobre a colisão de um asteróide em Porto Rico. Seu nome é Amaury Rivera, um cidadão deste mesmo país, assim como Rodriguez. Amaury afirma ter sido abduzido e que extraterrestres lhe mostraram imagens onde a Terra era atingida por um grande asteróide na região do Caribe e o surgimento de um Governo Mundial. A sede deste governo seria numa ilha artificial que se deslocaria num mar escuro e poluído. Esta abdução teria ocorrido em 1988, portanto, muito antes da “profecia” de Efraín Rodriguez. O relato de Rivera inspirou a criação de um livro chamado “Gray Apocalypse“(Apocalipse Cinza).

Neste vídeo em português podemos conferir a estória de Rivera.

 

 

O vídeo original de uma entrevista de Rivera em inglês.

 

 

As diferenças entre estes dois personagens são:

  • Amaury Rivera não cita nenhuma data, Rodriguez afirma que a catástrofe ocorrerá entre os dias 22 e 28 de setembro de 2015.
  • Rivera recebe a mensagem de “extraterrestres”, Rodriguez a recebe de “Deus”.

Teria o “profeta” Rodriguez plagiado a estória de Rivera para aparecer na mídia ou existe algo mais por trás disso? Ele já havia lançado esta mesma “profecia” antes afirmando que o asteróide cairia em 2014.

 

Porto Rico (8:45AM) – A profecia de Efraín Rodríguez não se cumpriu. Ele disse que antes de 31 de dezembro de 2014 ocorreria a queda de um meteorito no mar de Porto Rico, o que ocasionaria milhares de mortos e destruição de cidades.

O suposto profeta de Deus, disse que o meteorito impactaría ás 2 da manhã, seguido de terremotos de 12 graus e três días de escuridão, mas como se vê nada disso aconteceu.

Há mais de um ano Rodríguez também profetizou a morte do evangelista Jorge Raschke, por ter dito que não acreditassem na suposta profecia e que seu último evento de “Clamor a Deus” seria em 2013. Assegurou que antes de 1 setembro de 2014 tinha que morrer. “Se esse homem não partir nessa data, este profeta já não falará mais de parte de Jeová“, disse Rodríguez num de seus vídeos.

Raschke continua vivo em 2015, celebrou “Clamor a Deus” e nada do que se “profetizou” se cumpriu.

 Fonte: prensacristiana.org

Outro fato interessante é que Rodriguez pertence a uma Pentecostal, esta facção religiosa está ligada ao sionismo. São “cristãos” sionistas que usam símbolos judaicos e pregam a “existência divina de Israel”. Considerando esta informação, é bem provável que a tal “profecia”do asteróide esteja ligada, entre outras coisas, a esta outra “profecia de fim de mundo” sobre as 4 Luas de sangue.

 

 

Efraín Rodriguez faz o mesmo que outro “profeta” dos EUA e que está intimamente ligado ao movimento sionista, seu nome é John Hagee, pastor da Christians United For Israel (CUFI), um sionista que prega a “profecia” de que as nações que ousarem enfrentar Israel serão destruídas. Além desta “profecia”, também pregou, junto com outro pastor chamado Pat Robertson, que a Terra seria destruída por um asteróide.

 

 

Coincidências para setembro:

Estariam usando um falso evento astronômico para incrementar o caos na Terra?

Há algum tempo vêm sendo especulado um outro atentado terrorista de falsa bandeira, que poderia ser perpetrado pela filial da CIA/Mossad chamada “Estado Islâmico”(ISIS). Mas existe outra forma de destruir uma área equivalente à destruição provocada pela bomba nuclear convencional, uma “bomba tsunami”. A vantagem é que ela destrói tudo com um tsunami e permite que após o recuo da água as áreas possam ser repovoadas.

 

 

Nós todos vimos a destruição que podem causar os tsunamis. Não é brincadeira. Mas em 1944, os militares dos EUA queriam brincar com tsunamis na esperança de criar uma bomba tsunami – basicamente desencadeando 10 grandes explosões no oceano para criar um tsunami de 33 pés que pulverizaria e afogaria uma cidade.

O autor e cineasta da Nova Zelândia, Ray Waru, descobriu essas bombas tsunami criadas pelo homem quando foram acionadas na operação ultra-secreta do “Projeto Selo” durante a Segunda Guerra Mundial. Cerca de 3.700 bombas foram detonadas durante os testes e eles revelaram que uma bomba tsunami de sucesso exigiria “cerca de 2 milhões de quilos de explosivo alinhadas cerca de cinco milhas da costa.”

O Projeto Selo só durou cerca de um ano e eu estou alegre que ele nunca tenha se tornado uma verdadeira arma de destruição em massa. Nós vimos o que acontece quando um verdadeiro tsunami atinge, eu não desejo isso para ninguém.

Fonte: gizmodo.com

Colisão de asteróide ou um plano para detonar bombas tsunami próximas às costas dos países do Caribe e EUA? Os atentados de 11 de setembro de 2001(novamente o mês de setembro) nos prova que o sionismo internacional está disposto a qualquer coisa para manter os EUA sob seu controle e implantar um Governo Mundial.

O Google Earth, mapa abaixo, descreve os estados que estavam cobertos na mensagem de alerta de emergência nos EUA. Embora observemos que a maioria dos estados abrangidos estão na costa leste, o fato de Indiana e Kentucky estarem incluídos, enquanto Nova York e Pensilvânia aparentemente não, nos ajuda a entender que este pode ter sido um alerta para um tsunami na costa leste.

 

 

Enquanto o governo dos EUA mantêm os exercícios de alerta na costa leste, na costa oeste entrará em atividade a Operação Jade Helm, como citado anteriormente. Vejamos o mapa.

 

 

O que os cidadãos estadunidenses desconfiam é que Jade Helm seja uma operação para o estabelecimento da Lei Marcial no país. Se juntarmos a crise financeira, a guerra global, a crise da água e a ascensão de um Governo Mundial, talvez a explicação para a “profecia” do asteróide seja o disfarce para um possível atentado terrorista de falsa bandeira, que consistiria na detonação de bombas tsunami no oceano.

Como informado antes, a queda de um asteróide é perfeitamente possível, mas quando o anúncio do suposto evento envolve indivíduos ligados ao sionismo, é melhor ficar atento.

Categorias:Mundo Tags: ,

Um terrorista islâmico é absolvido na Inglaterra porque seu grupo é financiado pela Coroa Britânica

O julgamento no solo da coroa britânica a um sueco acusado de unir-se a um grupo terrorista islâmico que combate ao governo Assad resultou na apoteose do despropósito moral em que vive a sociedade humana, já que o grupo em que se uniu Bherlin Gildo está financiado pelo governo inglês.

O depoimento no julgamento ficou paralizado quando os defensores do terrorista colocavam em cima da mesa as notícias do The Guardian e The New York Times em que se provava que o grupo terrorista ao que se uniu o sueco forma parte do mesmo governo que o estava julgando (o inglês).

Nessa tesitura moral (condenar a um homem por apoiar a um grupo que também está sendo apoiado pelo própio estado que o julga), finalmente os advogados conseguiram a absolvição do defendido, o que, por tabela, abre uma curiosa vía de defesa para todos os terroristas islâmicos detidos nos países da OTAN.

Tradução: Google Tradutor

 

 

A acusação de um cidadão sueco acusado de atividades terroristas na Síria entrou em colapso no Old Bailey após ter ficado claro que agências de segurança e inteligência da Grã-Bretanha teriam ficado profundamente envergonhados de que o julgamento fosse em frente, revelou o Guardian.

Seus advogados argumentaram que as agências de inteligência britânicos estavam apoiando os mesmos grupos da oposição síria como ele era, e eram parte de uma operação secreta fornecendo armas e ajuda não-letal para os grupos, incluindo o Exército Sírio Livre.

Bherlin Gildo, 37 anos, que foi preso em outubro passado em seu caminho a partir de Copenhaga para Manila, foi acusado de participar de um campo de treinamento terrorista e receber treinamento de armas, entre 31 de Agosto de 2012 e 01 de março de 2013, bem como possuir informações susceptíveis de serem úteis para um terrorista .

Riel Karmy-Jones, para a coroa, disse ao tribunal na segunda-feira que, após revisar as evidências, foi decidido que não havia mais uma perspectiva razoável de uma acusação. “Muitas questões foram levantadas não sabíamos desde o início”, disse o gravador de Londres, Nicholas Hilliard QC, que levantou todas as restrições de comunicação e que não entrou veredictos de culpa.

Em audiências anteriores, advogados de defesa de Gildo argumentaram ele estava ajudando os mesmos grupos rebeldes, o governo britânico estava ajudando antes do surgimento do grupo extremista islâmico, ISIS. Seu julgamento teria sido uma “afronta à justiça”, disse que seus advogados. […]

Não é a primeira vez que uma acusação britânica relativa a alegações de terrorismo sírio entrou em colapso. Em outubro passado Moazzem Begg foi libertado depois de “novo material” foi dito ter surgido.

O procurador-geral foi consultado sobre a decisão de segunda-feira. Karmy-Jones disse ao tribunal nas audiências pré-julgamento que Gildo tinha trabalhado com Jabhat al-Nusra, um “grupo proscrito considerado a Al-Qaeda na Síria”. Ele foi fotografado em pé por cima de cadáveres, com o dedo apontando para o céu.

 

Fonte: theguardian.comVisto em: rafapal.com

O Free Syrian Army(FSA) é um grupo terrorista criado pelo ocidente para derrubar Assad na Síria, é composto por mercenários de diversos países ocidentais. São vestidos e armados pela CIA, Mossad israelense e Mi6 inglês e treinados em países como Yemen, Qatar e Turquia, que também fornecem mercenários para compôr os grupos terroristas.

Também participam destes grupos terroristas os mercenários de empresas privadas como a Black Water, que mudou seu nome para Xe Services e agora se chama Academi. O objetivo destes mercenários privados é tomar o controle dos poços de petróleo dos países invadidos para o cartel petroleiro Rothschild/Rockefeller.

Nesta imagem vemos o sionista e senador dos EUA John McCain reunido com os terroristas do FSA. O mesmo que apoia os nazistas ucranianos em Kiev.

 

John McCain reunido com terroristas do Free Syrian Army(FSA), ramificação da Al-Qaeda.

 

E neste vídeo vemos Hillary Clinton admitindo que os EUA criou a Al-Qaeda.

 

 

A conclusão é óbvia, a “guerra ao terror” é uma farsa. Se trata de uma nova tática sionista de guerra, que ao invés de enviar tropas de um país e revelar a cara do agressor ao mundo, contrata mercenários disfarçados de “islâmicos”. Eles recebem treinamento militar da CIA, Mossad e Mi6 e orientação fundamentalista do Qatar, Turquia e Kuwait, países com regimes fantoches e aliados dos EUA, Inglaterra e Israel. Seus atos criminosos são atribuídos pela mídia corporativa controlada pelos sionistas, ao Islã. Com isto a máfia kazar ashkenazi consegue invadir os países alvos(Iraque, Afeganistão, Líbia, Síria) e ao mesmo tempo demonizar a religião islâmica e a todos os muçulmanos.

O “Estado Islâmico”, Al-Qaeda, FSA e Al-Nusra estão à serviço do eixo sionista, ou seja, a máfia kazar ashkenazi. Pretendem construir um “Grande Israel” no Oriente Médio e controlar todos os recursos energéticos e minerais dos países árabes através de grupos mercenários terroristas.

Artigos relacionados

EUA, Israel e Europa querem o gás e o gasoduto da Síria

Iraque captura a 4 assessores do ISIS com passaportes dos EUA e Israel

Rabino israelense: ISIS é um aliado de Israel

Terrorista do “Estado Islâmico” reconhece apoio de Israel a este grupo

Comandante do ISIS admite que recebe financiamento dos EUA

Legislador iraquiano: Tel Aviv quer comprar terras do Iraque e criar um “Grande Israel”

Assessor de Putin: “O Mossad treina os terroristas do ISIS”

Professor israelense é preso com bandeira e material do ISIS

Dezenas de bandeiras do ISIS encontradas em Israel

Israel coopera com o ISIS no tráfico de órgãos humanos

Categorias:Mundo Tags: ,

Israel teria lançado bomba de nêutrons contra o Yemen pela Arábia Saudita

Tradução: Caminho Alternativo

 

(25-05-2015) Os aviões do regime israelense poderiam ter bombardeado o território yemenita para a Arábia Saudita, assinala um informe.

As imagens de uma explosão supostamente registrada no passado 20 de maio no Yemen mostram, segundo os especialistas em armas nucleares, com probabilidade muito alta, um ataque com bomba de nêutrons que só poderia ter sido realizado pelas forças aéreas do regime israelense, informou o portal independente VeteransToday.

 

 

A fonte publicou os resultados da análise que foi realizada pelo ex-inspetor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Jeff Smith, e Gordon Duff, um veterano de combate da Marinha estadunidense.

Segundo a análise:

1- As imagens do vídeo demonstram que a bomba utilizada em Saná, a capital do Yemen, não é uma bomba de 2.000 libras convencional senão que é muito maior.

2- Em todo caso, a MOAB (The Mother of All Bombs, mãe de todas as bombas) é muito grande, superior ás 4.000 libras. O Peso máximo de um avião F-15/16 é de aproximadamente 2.000 libras de carga útil por suporte de bomba, fazendo com que a decolagem da MOAB seja impossível.

3- Segundo o tamanho, a cor, o efeito de um raio e a duração da bola de fogo que se suspendem no ar e a grande nuvem de cogumelo, a bomba parece ser uma pequena bomba de nêutrons. E as imágens tomadas pelas câmeras mostram que a foto têm brilhos de píxels brancos, e isso é sinal de uma bomba de nêutrons.

4- É muito provável que o bombardeio tenha sido efetuado por um avião israelense tipo F-16 que foi pintado com a cor dos aviões sauditas.

5- Este é agora o segundo uso conhecido de armas nucleares no Yemen pela Arábia Saudita e seus aliados.

Por último asseguraram que Arábia Saudita não têm aviões tipo F-16, e a aeronave que realizou o ataque na localidade de Yabal Naqum, na capital, foi um F-16, que o regime de Israel possui.

Cabe informar que desde o inicio da agressão saudita ao Yemen, o regime de Israel proporcionou serviços de inteligência a Arábia Saudita, ademais o primeiro ministro israelense, Benyamin Netanyahu, expressou seu apoio a tal ofensiva militar.

Não é a primeira vez que Arábia Saudí lança bombas poderosas no Yemen, no passado 25 de abril, Riad empregou a bomba chamada MOAB, considerada a arma não nuclear mais poderosa do mundo, num ataque contra o Yemen.

Além disso, o regime saudita reconheceu ter utilizado bombas de fragmentação durante sua ofensiva contra o Yemen.

Em 26 de março, a Arábia Saudita começou uma ofensiva aérea contra o Yemen sem o aval das Nações Unidas, mas com a luz verde dos EUA, numa tentativa de restaurar no poder ao fugitivo ex-presidente Abdu Rabu Mansur Hadi, um fiel aliado de Riad. Umas 4.000 pessoas perderam a vida e mais de 6.000 resultaram feridas durante a campanha militar saudita.

Fonte: hispantv.com

Comentário do blog

O site VeteransToday publicou outro vídeo com a explosão.

 

 

Artigos relacionados

Os terroristas antissemitas estão em Israel e no sionismo internacional

Israel ameaça destruir o planeta com um Armagedón Nuclear

Israel domina completamente o governo dos Estados Unidos

Noam Chomsky: “Israel é a ameaça mais importante para a segurança mundial”

Queremos nossa guerra e a queremos agora!

O sionismo quer levar a humanidade à uma 3ª Guerra Mundial

Netanyahu ordena ao exército israelense preparar ataque contra o Irã

Lobista israelense quer um novo “Pearl Harbor” para forçar os EUA irem à guerra contra o Irã

Paul Craig Roberts: “A terceira guerra mundial é iminente e todo o mundo está em perigo”

Categorias:Mundo Tags: ,