Archive

Posts Tagged ‘asteróides’

Colisão de asteróide em setembro de 2015?

Começou a circular na internet uma “profecia” de um tal Efraín Rodriguez, membro de uma facção religiosa chamada “Igreja de Deus Pentecostais em Camuy” e que diz ter recebido de “Deus” um alerta sobre a “queda de um grande asteróide na região do Caribe”, especificamente em Porto Rico, e que provocará uma catástrofe na Terra.

 

 

Existe a possibilidade da queda de um grande asteróide, mas até o momento não houve nenhum alerta oficial das agências espaciais. A própria Nasa se manifestou em resposta à esta “profecia” que se tornou viral na internet. Em sua nota, apesar de reconhecer que existe a possibilidade da colisão de um asteróide em nosso planeta, não há nenhum objeto em rota de colisão.

Como se sabe, a Nasa não é “santo de devoção” para muitas pessoas, não é uma organização confiável e também não está à serviço da humanidade. Neste mesmo blog já foi publicado material sobre a origem nazi-sionista desta agência assim como os projetos de monitoramento de asteróides.

Cientistas da Nasa intrigados com as bolas de fogo que caem na Terra

E aí temos a “sinuca de bico” provocada na cabeça de muitas pessoas que estão preocupadas com a “profecia”. Ao mesmo tempo em que a Nasa afirma que não há nenhum perigo iminente vindo do espaço as pedras continuam “passando de raspão” ou caindo no planeta.

Cai um meteorito de 100kg no Canadá

Talvez pela falta de confiança nas agências espaciais, as pessoas acabem acreditando que Efraín Rodriguez recebeu uma mensagem de “Deus” e que a “profecia” pode ser verdadeira.

O mais curioso é que outra pessoa já alertou sobre a colisão de um asteróide em Porto Rico. Seu nome é Amaury Rivera, um cidadão deste mesmo país, assim como Rodriguez. Amaury afirma ter sido abduzido e que extraterrestres lhe mostraram imagens onde a Terra era atingida por um grande asteróide na região do Caribe e o surgimento de um Governo Mundial. A sede deste governo seria numa ilha artificial que se deslocaria num mar escuro e poluído. Esta abdução teria ocorrido em 1988, portanto, muito antes da “profecia” de Efraín Rodriguez. O relato de Rivera inspirou a criação de um livro chamado “Gray Apocalypse“(Apocalipse Cinza).

Neste vídeo em português podemos conferir a estória de Rivera.

 

 

O vídeo original de uma entrevista de Rivera em inglês.

 

 

As diferenças entre estes dois personagens são:

  • Amaury Rivera não cita nenhuma data, Rodriguez afirma que a catástrofe ocorrerá entre os dias 22 e 28 de setembro de 2015.
  • Rivera recebe a mensagem de “extraterrestres”, Rodriguez a recebe de “Deus”.

Teria o “profeta” Rodriguez plagiado a estória de Rivera para aparecer na mídia ou existe algo mais por trás disso? Ele já havia lançado esta mesma “profecia” antes afirmando que o asteróide cairia em 2014.

 

Porto Rico (8:45AM) – A profecia de Efraín Rodríguez não se cumpriu. Ele disse que antes de 31 de dezembro de 2014 ocorreria a queda de um meteorito no mar de Porto Rico, o que ocasionaria milhares de mortos e destruição de cidades.

O suposto profeta de Deus, disse que o meteorito impactaría ás 2 da manhã, seguido de terremotos de 12 graus e três días de escuridão, mas como se vê nada disso aconteceu.

Há mais de um ano Rodríguez também profetizou a morte do evangelista Jorge Raschke, por ter dito que não acreditassem na suposta profecia e que seu último evento de “Clamor a Deus” seria em 2013. Assegurou que antes de 1 setembro de 2014 tinha que morrer. “Se esse homem não partir nessa data, este profeta já não falará mais de parte de Jeová“, disse Rodríguez num de seus vídeos.

Raschke continua vivo em 2015, celebrou “Clamor a Deus” e nada do que se “profetizou” se cumpriu.

 Fonte: prensacristiana.org

Outro fato interessante é que Rodriguez pertence a uma Pentecostal, esta facção religiosa está ligada ao sionismo. São “cristãos” sionistas que usam símbolos judaicos e pregam a “existência divina de Israel”. Considerando esta informação, é bem provável que a tal “profecia”do asteróide esteja ligada, entre outras coisas, a esta outra “profecia de fim de mundo” sobre as 4 Luas de sangue.

 

 

Efraín Rodriguez faz o mesmo que outro “profeta” dos EUA e que está intimamente ligado ao movimento sionista, seu nome é John Hagee, pastor da Christians United For Israel (CUFI), um sionista que prega a “profecia” de que as nações que ousarem enfrentar Israel serão destruídas. Além desta “profecia”, também pregou, junto com outro pastor chamado Pat Robertson, que a Terra seria destruída por um asteróide.

 

 

Coincidências para setembro:

Estariam usando um falso evento astronômico para incrementar o caos na Terra?

Há algum tempo vêm sendo especulado um outro atentado terrorista de falsa bandeira, que poderia ser perpetrado pela filial da CIA/Mossad chamada “Estado Islâmico”(ISIS). Mas existe outra forma de destruir uma área equivalente à destruição provocada pela bomba nuclear convencional, uma “bomba tsunami”. A vantagem é que ela destrói tudo com um tsunami e permite que após o recuo da água as áreas possam ser repovoadas.

 

 

Nós todos vimos a destruição que podem causar os tsunamis. Não é brincadeira. Mas em 1944, os militares dos EUA queriam brincar com tsunamis na esperança de criar uma bomba tsunami – basicamente desencadeando 10 grandes explosões no oceano para criar um tsunami de 33 pés que pulverizaria e afogaria uma cidade.

O autor e cineasta da Nova Zelândia, Ray Waru, descobriu essas bombas tsunami criadas pelo homem quando foram acionadas na operação ultra-secreta do “Projeto Selo” durante a Segunda Guerra Mundial. Cerca de 3.700 bombas foram detonadas durante os testes e eles revelaram que uma bomba tsunami de sucesso exigiria “cerca de 2 milhões de quilos de explosivo alinhadas cerca de cinco milhas da costa.”

O Projeto Selo só durou cerca de um ano e eu estou alegre que ele nunca tenha se tornado uma verdadeira arma de destruição em massa. Nós vimos o que acontece quando um verdadeiro tsunami atinge, eu não desejo isso para ninguém.

Fonte: gizmodo.com

Colisão de asteróide ou um plano para detonar bombas tsunami próximas às costas dos países do Caribe e EUA? Os atentados de 11 de setembro de 2001(novamente o mês de setembro) nos prova que o sionismo internacional está disposto a qualquer coisa para manter os EUA sob seu controle e implantar um Governo Mundial.

O Google Earth, mapa abaixo, descreve os estados que estavam cobertos na mensagem de alerta de emergência nos EUA. Embora observemos que a maioria dos estados abrangidos estão na costa leste, o fato de Indiana e Kentucky estarem incluídos, enquanto Nova York e Pensilvânia aparentemente não, nos ajuda a entender que este pode ter sido um alerta para um tsunami na costa leste.

 

 

Enquanto o governo dos EUA mantêm os exercícios de alerta na costa leste, na costa oeste entrará em atividade a Operação Jade Helm, como citado anteriormente. Vejamos o mapa.

 

 

O que os cidadãos estadunidenses desconfiam é que Jade Helm seja uma operação para o estabelecimento da Lei Marcial no país. Se juntarmos a crise financeira, a guerra global, a crise da água e a ascensão de um Governo Mundial, talvez a explicação para a “profecia” do asteróide seja o disfarce para um possível atentado terrorista de falsa bandeira, que consistiria na detonação de bombas tsunami no oceano.

Como informado antes, a queda de um asteróide é perfeitamente possível, mas quando o anúncio do suposto evento envolve indivíduos ligados ao sionismo, é melhor ficar atento.

Categorias:Mundo Tags: ,

Gigantesca explosão em Marte no dia 19-10-2014

 

Uma gigantesca explosão em Marte foi registrada pelo Dr. Fritz Helmut Hemmerich desde Tenerife(Ilhas Canárias – 1200 metros de altitude), entre 21h e 22h do dia 19-10-2014. No vídeo abaixo é registrada a passagem do cometa “C/2013 A1″ próximo a Marte mas não há, até o momento, nenhuma explicação para a explosão no planeta.

 

 

O mesmo vídeo comentado por outro usuário no Youtube, onde explica que o cometa não se chocou com Marte:

 

Via: @ActivistPost

Categorias:Inexplicável Tags: ,

Os seres humanos vieram de outro planeta, não da Terra, segundo livro

Tradução: Google Tradutor

(30-09-2013) Um balão retornou de alta altitude este ano coberto de formas de vida microscópicas que pareciam não ser deste mundo – e reacendeu o debate sobre se a vida na Terra começou realmente aqui, ou em outro lugar.

Este ano, outros cientistas argumentam que a vida se originou em Marte, devido a um mineral encontrado em meteoritos marcianos , considerado crucial para a gênese da vida. Outro experimento mostrou que os aminoácidos poderiam ter chegado em impactos com cometas – o que sugere que a vida pode ser generalizada no sistema solar.

Mas um novo livro do ecologista americano Dr. Ellis Prata argumenta que os seres humanos podem não ser da Terra – e pode ter chegado separadamente. Prata oferece argumentos, baseados na fisiologia humana, que sugerem que não pode ter evoluído ao lado de outras formas de vida na Terra – mas chegou de fora, trazida por estrangeiros como recentemente, em algumas dezenas de milhares de anos atrás.

Prata, um ambientalista que está atualmente trabalhando com o esforço para limpar os restos de plástico do Pacífico, diz que seu livro tem por objetivo provocar o debate – e é baseado em trabalhos científicos sobre a diferença entre os seres humanos e outros animais.

“A Terra aproximadamente atende às nossas necessidades, como espécie, mas talvez não tão forte como aquele que nos trouxe até aqui, inicialmente, pensei” disse Silver em uma entrevista do Yahoo.

“Lagartos podem tomar sol durante o tempo que eles gostam – e muitos deles fazem. Nós podemos ficar sob ele apenas por uma semana ou duas. Mas dia após dia no sol? Esqueça. Você pode muito bem deitar-se na estrada e esperar por um ônibus bater em você “Estamos deslumbrados com o sol, o que também é estranho, diz Silver – a maioria dos animais não são.

Prata afirma que algumas doenças crônicas que afligem a raça humana – como problemas nas costas – pode ser um sinal de que evoluímos em um mundo com menor gravidade. Pontos de Prata para outros traços humanos únicos – tais como o fato de que as cabeças dos bebês são tão grandes que as mulheres têm dificuldade em dar à luz – em épocas anteriores, esta foi muitas vezes fatal para a mãe, filho ou ambos.

“Nenhuma outra espécie verdadeiramente nativa deste planeta tem esse problema”, diz ele. Prata também aponta para os 223 genes “extras” nos seres humanos, que não são encontrados em nenhuma outra espécie, e à falta de um “elo perdido” fóssil.

Prata optou por não publicar em um cunho científico, querendo inspirar debate aberto. Revisores compararam Prata para outros teóricos espaço olhando, como Erich von Däniken, enquanto outros disseram, “é possível dirigir um ônibus e cavalos através de vários de seus argumentos.”

Prata também afirma que a raça humana tem defeitos que nos marcam como sendo possivelmente “não deste mundo”.

“Estamos todos doentes crônicos”, diz Prata. “De fato, se você puder encontrar uma única pessoa que está 100% em forma e saudável e não sofre de alguma ( talvez escondida ou não declarada ) condição ou distúrbio (há uma extensa lista no livro) eu ficaria extremamente surpreso – não fui capaz de encontrar alguém.”

“Acredito que muitos de nossos problemas decorrem do simples fato de que nossos relógios internos do corpo evoluíram para esperar um dia de 25 horas (isso foi comprovado por pesquisadores do sono), mas o dia da Terra é de apenas 24 horas. Esta não é uma condição moderna – os mesmos fatores podem ser rastreadas por todo o caminho de volta através da história da humanidade na Terra”.

Prata não sugere uma resposta – mas a possibilidade de que os primeiros pré -humanos, como o Homo erectus foram cruzados com outras espécies. Ele também sugere várias origens possíveis, incluindo Alpha Centauri.

“A humanidade é, supostamente, a espécie mais altamente desenvolvidos do planeta, ainda é surpreendentemente inadequada e mal equipada para o ambiente da Terra: prejudicado pela luz do sol, uma forte antipatia por alimentos, ridiculamente altas taxas de doenças crônicas, e mais natural. Além disso, há um sentimento predominante entre muitas pessoas que não pertencem aqui ou que algo “não está certo”.

“Isto sugere ( pelo menos para mim ) que a humanidade pode ter evoluído em um planeta diferente, e pode ter sido trazido para cá como uma espécie altamente desenvolvida. Uma razão para isso, discutida no livro, é que a Terra pode ser um planeta prisão – já que parece ser uma espécie naturalmente violenta. E estamos aqui até que aprendermos a nos comportar”.

“Os seres humanos não são da Terra foi publicado principalmente para medir a reação dos leitores e provocar o pensamento, particularmente entre aqueles que podem não ter considerado essa possibilidade antes.”

Ellis espera que os leitores irão contactá-lo com mais evidência para um trabalho mais extenso de acompanhamento.

A alegação de que as bactérias estão chegando do espaço também causou polêmica – e reviveu a idéia da “panspermia”, onde a vida na Terra poderia ter “polinizado” outros planetas nas proximidades.

“Provávelmente exista verdade no relatório que encontrou coisas curiosas na atmosfera”, Chris McKay, astrobiólogo da NASA disse à SPACE.com em uma entrevista. “O salto à conclusão de que existe a vida alienígena é um grande salto e exigiria prova extraordinária. ”

Professor Wainwright e seus colegas da Universidade de Sheffield pretendem realizar novos testes.

“Na ausência de um mecanismo pelo qual as partículas de grandes dimensões como estas podem ser transportadas para a estratosfera, podemos concluir que as entidades biológicas originadas a partir do espaço”, adicionou Wainwright.

“Nossa conclusão é, então, que a vida está sempre chegando à Terra a partir do espaço, a vida não se restringe a este planeta e quase certamente não se originou aqui.”

Prata possui uma idéia mais radical e têm apresentado como polêmica, destinada a inspirar argumento – “A reação inicial foi positiva, apesar de um revisor pensei que era uma paródia, enquanto outro encontrado o estilo de escrita muito ditatorial”, ele admite .

O debate sobre a origem da vida tende a se intensificar. Simulações em supercomputadores no Lawrence Livermore National Laboratory, nos EUA descobriram que os aminoácidos, os blocos de construção da vida, poderiam ter chegado à Terra através de cometas.

Isto sugere que a vida pode ser encontrada em outros lugares no nosso sistema solar – ou mesmo além.

Nir Goldman sugere que as moléculas simples encontradas em cometas (como água, amônia e dióxido de carbono) poderiam ter fornecido as matérias-primas e o impacto com a Terra primitiva poderia ter “inflamado” uma reação prebiótica.

Uma série de experimentos onde os projéteis foram disparados em uma mistura de gelo dos cometas formados aminoácidos – os blocos de construção da vida .

“Esses resultados confirmam nossas previsões anteriores de síntese impacto de material pré-biótica, onde o próprio impacto pode produzir compostos de construção de vida”, disse Goldman. “Estes resultados apresentam um significativo passo em frente na nossa compreensão da origem dos blocos de construção da vida. Isso aumenta as chances de vida originários e sendo muito difundida em todo o nosso sistema solar”, disse Goldman.

Prata quer colocar a questão de saber se os seres humanos chegaram separadamente” relatórios científicos recentes sugerem que a própria vida pode não ser a partir da Terra, mas poderia ter chegado aqui em meteoritos ou cometas. Esta forma primitiva de vida, em seguida, evoluiu ao longo de bilhões de anos em que encontramos na Terra hoje.

“Minha tese propõe que a humanidade não evoluiu a partir de um estirpe particular de vida, mas evoluiu em outro lugar e foi transportada para a Terra ( como Homo sapiens totalmente evoluído ) entre 60.000 e 200.000 anos atrás.”

“Little no livro pode ser provado – só pode ser suposto ou suspeito. Mas há mais do que provas irrefutáveis ​​o suficiente para fazer um estudo mais aprofundado que vale a pena.”

Fonte: yahoo.com

Artigo relacionado:

Entre Prometheus, Jesús e os Anunnaki